Florbela Espanca nasceu em Portugal em 1894. Escreveu seu primeiro poema aos 7 anos de idade. Estudou na Faculdade de Direito na Universidade de Lisboa e escreveu incessantemente poesias e contos. Expoente da literatura portuguesa, amante da vida e genial nas palavras fortes, suicidou-se aos 36 anos deixando anotado em seu diário o seu derradeiro estado de espírito: “E não haver mais gestos novos nem palavras novas."


Máscaras do Destino

Máscaras do Destino

"Os contos que compõem este livro foram selecionados pela própria autora em homenagem à memória de s..

R$27,00

Exibindo de 1 a 1 do total de 1 (1 páginas)